O que é SSD: Tudo que você precisa saber sobre essa tecnologia!

SSD

O SSD já faz parte da sua vida, mesmo sem você saber exatamente o que é SSD. Essa é uma das tecnologias mais inovadoras em armazenamento interno para computadores, notebooks, tablets e smartphones, sendo uma alternativa ao tradicional HD.

Os dados mais recentes da Anatel indicam que em junho de 2021 foram vendidos mais de 240 milhões de celulares. Portanto, quase todo mundo já teve contato com a tecnologia SSD sem nem se dar conta disso.

 

Fonte: https://www.teleco.com.br/ncel.asp

Embora essa tecnologia já esteja presente em muitos aparelhos eletrônicos atualmente, há muitas dúvidas ainda sobre o que é SSD, como funciona, quais são as vantagens e porquê ele se tornou o substituto oficial do HD. Sendo assim, reunimos as principais informações sobre essa tecnologia neste artigo.

O que é SSD?

SSD é a sigla para Solid State Drive, que significa “Unidade de Estado Sólido”. É um tipo de hardware utilizado para armazenamento interno que oferece mais agilidade e é mais silencioso que o tradicional HD, chamado oficialmente de HDD, sigla para Hard Disk Drive, sendo o mesmo que “Unidade de Disco Rígido”.

SSD rápido

Trata-se de um tipo de armazenamento inovador e muito utilizado em diferentes aparelhos eletrônicos. Atualmente, a tecnologia tem substituído os tradicionais HDs em aparelhos como notebook e computador. Mas já era utilizada na produção de dispositivos móveis, sendo que esses não poderiam ter um HD considerando os aspectos físicos do aparelho.

O principal diferencial do SSD é que ele possibilita realizar tarefas em um dispositivo com muito mais velocidade. Esse armazenamento garante mais velocidade para ligar o sistema, carregar programas e até mesmo jogar.

O que significa SSD?

O significado é Solid State Drive, em inglês. Traduzido para o português o significado é Unidade de Estado Sólido. É um dos modelos de armazenamento interno mais inovadores devido a sua agilidade em carregar dados armazenados na memória do dispositivo.

Qual a diferença entre SSD e HDD?

Uma das dúvidas mais comuns sobre o SSD é qual a diferença em relação ao HDD, já que essa é uma tecnologia que substitui o tradicional disco rígido. Há várias diferenças entre esses hardwares, mas as principais delas são:

HD SSD

Funcionamento do SSD vs HD

A primeira grande diferença é o modo como cada hardware funciona. O HD é uma peça de computador que funciona de forma mecânica. Já o SSD funciona de forma eletrônica. Portanto, o SSD é uma peça muito menor se comparado ao HD.

Em um HDD, os arquivos são armazenados em um disco que funciona como um antigo CD Player, sendo o acesso aos dados realizados através de um leitura óptica, ou seja, o CD dentro do HDD precisa girar diversas vezes até que a leitura seja completamente realizada.

Já o SSD grava os mesmos arquivos em camadas, também chamadas de células, dos chips de memória do tipo flash que são interconectados por meio da corrente elétrica. É um tipo de funcionalidade que garante mais agilidade ao gravar e acessar arquivos.

Nesse sentido, vemos que o SSD funciona de forma eletrônica enquanto o HDD funciona de forma mecânica.

Velocidade

O maior diferencial entre esses dois hardwares é, sem dúvidas, a velocidade que cada um oferece. Um SSD é dezenas de vezes mais rápido do que um HD. Já o SSD NVMe, considerado um dos modelos mais recentes, é quase 100 vezes mais rápido que o disco rígido.

É importante considerar neste aspecto que muitos programas utilizados em um computador ficaram mais pesados com o passar dos anos devido às novas tecnologias. Dessa forma, o HD não consegue dar conta de tanto processamento e se tornou um hardware muito lento.

No caso do SSD, seu modelo de armazenamento permite acompanhar as novas tecnologias utilizadas por tais programas. É por isso que ele é utilizado atualmente em muitos dispositivos, já que ele oferece muito mais velocidade para diferentes tipos de tarefas.

Tabela Comparativa entre HD e tipos de SSD

Veja em detalhes as principais diferenças desses dois hardwares:

CaracterísticasHDSSDSSD NVMe
Lembrando que o custo médio pode sofrer variações.
Velocidade média de leitura e escrita30 a 150MB/s500MB/s3.000MB/s
ConexõesSATA IIISATA III ou M.2M.2
Custo médio por GB (500 GB)R$ 0,31R$ 1,56R$ 2,33

De um modo geral, ter um SSD, principalmente um SSD NVMe em um computador é o mesmo que ter uma ótima ferramenta para aumentar a produtividade no home office, ter mais desempenho em jogos e realizar atividades que exigem maior velocidade de processamento com agilidade.

Se você não estiver em condições de fazer esse upgrade no seu computador, veja nosso guia definitivo de como melhorar o desempenho do computador e resolva de uma vez por todas os problemas que deixam o seu computador mais lento.

SSD é melhor que HD?

Considerando apenas a funcionalidade e as vantagens que cada um oferece, o SSD é muito melhor que o HD. Mas é preciso levar em conta o investimento, já que essa tecnologia pode custar até 5 vezes mais que o tradicional HD quando se trata de espaço em disco.

A verdade é que o SSD vale o investimento se você precisa de velocidade para realizar determinadas tarefas em seu computador ou notebook. Atualmente, muitos programas possuem recursos pesados. Portanto, ter um equipamento com SSD se torna mais do que opcional, e sim um recurso muito importante para uma maior produtividade.

O HD ainda pode ser utilizado, mas em computadores e notebooks onde não há tanta necessidade de um processamento mais rápido. Mas saiba que os HDs estão deixando de existir. Um exemplo disso é a utilização cada vez mais frequente do SSD na fabricação de computadores e notebooks.

Outro exemplo de utilização do SSD que não retornará para o HD é a fabricação de consoles mais modernos, como o Xbox Series X/S e o PlayStation 5 que já utilizam essa tecnologia.

Como um SSD funciona?

Já explicamos que o SSD é um hardware que tem a função de armazenar dados de forma digital. Além disso, explicamos que o HDD grava esses mesmos dados através de discos magnéticos que ficam rodando sem parar, sendo que o acesso aos arquivos ocorre por um ponteiro, igual a uma vitrola de música.

Em um HD, os arquivos são gravados em determinada parte do disco, por isso, para acessar um arquivo é preciso esperar até que o ponteiro alcance o ponto específico onde o arquivo foi gravado.

No caso do SSD a memória em flash substitui toda essa mecânica. Trata-se de uma memória muito similar à memória RAM. Basicamente, os dados são armazenados em chips no SSD, sendo que o acesso às informações gravadas ocorre em instantes. Outro ponto importante é que o SSD não possui peças móveis, como é o caso do HD. Por isso, não há o risco do SSD sofrer danos físicos como ocorre frequentemente com o HD. Sendo assim, sua durabilidade é muito maior.

Ainda sobre o funcionamento desse hardware, é preciso mencionar que existem várias capacidades de armazenamento para o SSD, sendo que os modelos mais comuns possuem 120GB, 240GB, 500GB e 1TB. Contudo, computadores mais baratos que possuem SSD costumam ter menos de 120GB de SSD.

Os tamanhos ou capacidades de armazenamento do SSD influenciam muito no preço do dispositivo eletrônico ou ainda da própria peça.

Quais são os tipos de SSD?

Existem vários tipos. Desde que foi criado o SSD evoluiu muito e cada modelo vendido atualmente conta com diferentes características. Veja a seguir os principais modelos.

SSDs SATA

É o tipo que faz conexão com a placa-mãe por meio do comando SATA. Essa conexão também está presente no HD, sendo que ela ocorre através do cabo SATA que conecta o hardware de armazenamento à caixa da placa-mãe.

SSD SATA modelo

Os SSDs SATA utilizam atualmente o padrão SATA III, que possibilita até 600MB/s. Esse é um modelo de conexão ainda veloz e é o mais popular entre os dispositivos eletrônicos, mas há tecnologias mais velozes que essa no mercado.

SSDs SATA Express

Este modelo possui conexão híbrida, tendo como conexão o SATA III com encaixe direto na caixa da placa-mãe por meio de portas PCIe. Portanto, neste modelo de SSD, dois drives podem trabalhar juntos, o que permite instalar mais de um SSD no dispositivo.

SSD SATA Express modelo

NVMe

Embora NVMe não seja um formato de SSD, é comum que os usuários procurem por SSD compatível com a tecnologia Non Volatile Memory Express (NVMe). Essa é uma interface que aumenta o desempenho do SSD ao utilizar a velocidade do PCI Express para acessar o armazenamento interno.

SSD NVMe - peça

SSDs PCIe

Esse é um outro tipo de SSD, sendo que a conexão ocorre por meio de PCIe diretamente nas portas da placa-mãe. Trata-se de uma conexão muito mais rápida e que permite expansão para o tipo M.2. É possível colocar até 4 SSDs em uma conexão como essa.

SSD PCIe - samsung

SSDs M.2

Por fim, o tipo de SSD M.2 é o mais moderno que existe atualmente. Ele é muito mais rápido, compacto e possui diversos tipos de conexões. Ele se parece com uma pequena plaquinha, sendo compatível com as tecnologias NVMe e AHCI, duas interfaces que melhoram o desempenho do SSD.

SSDs M.2 - samsung

Qual SSD é melhor?

Há muitos tipos de SSDs como vimos anteriormente. Portanto, escolher o melhor modelo pode ser mais difícil do que parece. Afinal, cada modelo possui características diferentes, além de custos que variam muito.

O melhor SSD em relação à tecnologia, velocidade e desempenho, é o SDD M.2. Mas saiba que ele possui um custo bastante elevado, sendo que as expansões disponíveis para aumentar a memória são caras também.

Qual SSD escolher?

É preciso considerar mais do que apenas o desempenho na hora de escolher o SSD ideal para você. A escolha deve ser feita com base nas necessidades para o computador ou notebook em específico, tipo de tecnologia, tamanho, tipo de conexão e custo.

Se a ideia é investir em um SSD com alto desempenho e grande capacidade para armazenamento, então a melhor opção é o SSD SATA com no mínimo 1TB de memória. Mas se não há uma necessidade tão grande de armazenamento, é possível encontrar bons SSDs com memória de 480GB por menos de R$ 450,00.

Em todo caso, saiba que ter um SSD vale muito a pena, pois você terá muitas vantagens ao utilizar essa tecnologia em seu computador ou notebook.

Quais são as vantagens do SSD?

O SSD apresenta muitas vantagens se comparado ao tradicional HD. Confira a seguir as principais vantagens desse hardware:

  • Mais velocidade na inicialização do sistema operacional;
  • Mais velocidade para realização de tarefas;
  • Melhor desempenho para jogos e programas pesados;
  • Mais eficiência para o consumo de energia;
  • Mais silencioso que o HD;
  • Menos risco de sofrer danos físicos;
  • Menor e mais leve que o HD.

O SSD possui desvantagens?

Com tantas vantagens, será que esse hardware apresenta desvantagens? A resposta é sim, há algumas desvantagens que você deve considerar. Confira quais são elas:

  • Custo por GB maior do que o HDD;
  • Número limitado de escritas;
  • Maior dificuldade em recuperar dados caso ocorra algum problema com o hardware.

Por ter um número limitado de escritas, quem utiliza esse tipo de armazenamento no ambiente corporativo pode ter que trocar essa peça quando o número de gravações for alcançado. Isso ocorre principalmente em empresas com data centers e servidores, mas não se preocupe muito caso vá utilizar em seu computador pessoal, pois esse volumo de escrita é bem grande, chegando até 10 anos, segundo os principais fabricantes.

Qual a durabilidade de um SSD?

O SSD possui ciclos de gravações que são limitados, por isso, sua durabilidade varia de acordo com a quantidade de ciclos possíveis em cada armazenamento. Um SSD tem vida útil média de 3 a 10 mil ciclos de gravação. Felizmente, o SSD não se desgasta ao acessar os dados armazenados, como ocorre no HD o que garante que sua vida útil seja mais longa.

Conclusão

O SSD é uma tecnologia inovadora entre os tipos de armazenamento interno disponíveis para dispositivos eletrônicos. É muito vantajoso ter um SSD considerando seu alto desempenho, eficiência, velocidade e outros aspectos que mencionamos.

Mas para o uso empresarial com a utilização de servidores e data centers, é importante considerar que a vida útil desse hardware será menor. Nesse caso, é preciso realizar a troca sempre que o SSD atingir seu limite de gravações.

Por isso, se você é empresário e deseja saber se essa tecnologia deve ser empregada nos computadores da sua empresa, faça uma Consultoria de TI para saber se essa é uma boa ideia.

A UPGrade TI é uma empresa especializada em Tecnologia da Informação e realiza esse tipo de consultoria no Rio de Janeiro. Saiba que os profissionais de TI podem te ajudar a decidir a melhor solução para aumentar o desempenho e a produtividade na sua empresa, considerando os custos das novas tecnologias, segurança da informação e outros aspectos importantes.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.