Entenda o que é vazamento de dados e o que fazer diante disto

Saiba o que é vazamento de dados

Um vazamento de dados é um evento catastrófico onde informações confidenciais são expostas. Dados como nome e senhas de usuário, informações financeiras, além de outros, são indevidamente acessados.

Um dos principais motivos para os dados vazados de um sistema protegido é o ataque cibernético. Hoje, é comum e preocupante os relatos de empresas e órgãos competentes que foram alvos de um ataque e tiveram dados roubados.

Em muitos casos, esses dados são roubados para serem comercializados no mercado negro. Um caso famoso e recente é o vazamento de dados pessoais de 212 milhões de brasileiros, onde foram expostos o número do CPF, gênero, data de nascimento e nome completo das vítimas, incluindo dados de pessoas falecidas.

Diante disso, preparamos um conteúdo ensinando o que é um vazamento de dados e o que fazer diante disto. Veja como proteger você, sua família e seus clientes de ataques cibernéticos e elevar o grau de proteção dos dados de sua empresa.

O que é um vazamento de dados?

Um vazamento de informações é a exposição indevida de dados importantes na internet. Esse vazamento é mediante a um roubo de informações ou negligência de uma, ou mais pessoas envolvidas com o processo e armazenamento de dados.

A seguir, veja um exemplo da categoria de dados que podem ser vazados:

  • Senha e nome de usuário utilizados para logar em contas, expondo completamente as credenciais de acesso;
  • Dados financeiros extremamente sigilosos, como número de conta bancária seguido da senha;
  • Informações pessoais, como vazamento de dados CPF, carteira de habilitação, RG, nome completo, data de nascimento, até o endereço onde a pessoa reside é exposto;
  • Número de prontuários médicos, histórico de saúde, dados de exames e registro de saúde, também são dados cobiçados por especialistas em fraudes;
  • Além de outros dados relevantes, como número de seguro social, informações de rotina, sites visitados, histórico de compras, dentre outros.

Por que os dados vazam?

Um dos principais motivos para o vazamento de informações é a constante coleta de dados na internet. Hoje, para ter acesso a um site ou aplicativo de negócios, ou rede social, dados relevantes devem ser informados.

Essa exposição toda eleva o risco de o usuário ser vítima de ladrões de dados pessoais e bancários. A negligência do próprio usuário também pode elevar os riscos de um ataque.

Todos os fatores e motivos para a exposição indevida de dados devem ser analisados antes de um julgamento prévio para entendermos o porquê de um vazamento.

Podemos ter como base alguns dos motivos que originam o vazamento de informações sigilosas e estudá-los de modo a elevar a proteção das informações sigilosas.

A seguir, veja alguns dos motivos que podem levar ao vazamento de informações:

  • Furto de dados realizados por especialistas maliciosos, que exploram essas informações com intenções fraudulentas;
  • Utilização de senhas fracas pelos usuários, que acaba comprometendo toda a segurança de seus dados e permitindo o acesso indevido de usuários;
  • Atitude escusa de captura de dados de colaboradores ou ex-funcionários de uma empresa ou órgão competente;
  • A partir do roubo ou furto de equipamentos responsáveis por armazenar dados sigilosos;
  • Falha ou negligência de colaboradores nos processos de coleta e armazenamento de dados, no descarte de mídias de armazenamento (pen drive, discos, dentre outros) e na irresponsabilidade de colaboradores de expor o modus operandi da empresa para terceiros.

Como acontece um vazamento de dados?

saiba sobre vazamento de dados pessoais
Saiba mais sobre o vazamento de dados pessoais e roubo de senha bancária.

 

De modo geral, vazamento de informações de empresas acontecem por ações de especialistas em ataque cibernético, que pode ser de terceiros, colaboradores ou ex-funcionários, ou pode ser um ataque coordenado em parceria mútua. 

Neste caso, o vazamento ocorre por ação direta de spywares, malwares, phishing e/ou ransomware. Os dados são vazados a partir do acesso que os códigos maliciosos permitem. Quando um funcionário da empresa acessa o sistema com pen drive contendo código malicioso, isso compromete toda a segurança das informações internas.

Ao acessar um email contendo um malware e clicar na ação de disparo do vírus, todo o sistema operacional da empresa pode ser comprometido. A infecção do sistema funciona de modo gradual, e a inserção de um vírus abre as portas para a chegada de códigos mais avançados.

Além disso, erros nas configurações de segurança que envolvem sistemas de proteção de dados, também é uma forma de expor informações aos criminosos. Quando um código de criptografia se torna falho, todo o sistema onde os dados estão contidos fica vulnerável ao ataque de mentes especialistas em roubo de informações.

Há diversos casos de vazamentos de dados que podem ser tomados como exemplo sobre o que fazer e o que evitar. Ao longo deste artigo, vamos falar mais sobre a exposição de informações sigilosas de empresas famosas e tentar entender um pouco mais sobre como acontece um vazamento de dados.

Falta de profissionais atualizados

A falta de conhecimento técnico entre os profissionais da área pode levar a essa categoria de ocorrência. Em alguns casos, a falta de treinamento constante sobre falhas e negligências que podem comprometer a segurança de toda uma operação é carente em muitas empresas.

É importantíssimo que os serviços de TI em uma empresa estejam em constante atualização sobre as técnicas de proteção de dados sigilosos. Isso é importante, pois, os cibercriminosos também estão evoluindo e aprendendo a burlar os sistemas de informações mais avançados que existem constantemente.

Quais os principais riscos ao ter os dados vazados? 

vazamento de dados CPF e outros documentos
Entenda mais sobre o vazamento de dados CPF e de outros documentos.

 

Dados pessoais e de natureza sigilosa são extremamente valiosos. Quando há um vazamento de informações desta categoria, criminosos têm acesso a um verdadeiro banco de dados para planejar e executar golpes. Ter os dados pessoais e informações bancárias expostas é o mesmo que perder a privacidade e estar sujeito a prejuízos inestimáveis.

A seguir, veja alguns dos principais riscos do vazamento de informações:

  • Expor você e sua família aos criminosos de diferentes espécies;
  • Ter contas abertas com a utilização de seu nome e outros dados vazados;
  • Com uma senha vazada, é possível elevar as chances de outras senhas importantes serem adivinhadas;
  • Você ou um membro de sua família podem ser vítima da modalidade conhecida como sequestro de dados;
  • Se sua empresa foi vítima de roubo de dados, esses dados também podem ser utilizados para extorsão;
  • Você, funcionários de sua empresa ou clientes podem ser vítimas de phishing após um vazamento de informações sigilosas;
  • Dados vazados podem ser utilizados para extorsão de outros dados mais importantes para os criminosos;
  • Um risco comum no vazamento de informações é o criminoso querer se passar por você, realizando movimentações financeiras, abrindo contas bancárias, solicitação de cartões, transferências de imóveis e bens móveis.

Como podemos ver, há diversas implicações negativas no vazamento de informações, pois, quando explorado, uma infinidade de golpes podem ser aplicados. Desta forma, é fundamental saber o que fazer e como agir em casos confirmados de vazamento de números de documentos e outros dados.

O que fazer em caso de vazamento de dados?

 

Vazamento de dados escandalos
Entenda mais sobre o vazamento de dados 2021 e os escândalos recentes.

Caso você confirme que houve vazamento de seus dados ou da sua empresa, busque se informar melhor. É fundamental saber quais foram os dados vazados e qual episódio permitiu tal exposição.

Se você é cliente de uma empresa que foi vítima de cibercriminosos e esse fato se tornou público, entre em contato com a empresa e se informe mais sobre os dados vazados.

Confirme junto aos responsáveis da empresa se seus dados estavam no pacote de arquivos roubados. Caso seja uma vítima, tome medidas importantes para mitigar os riscos de ser lesado.

Veja o que fazer nesta situação para se proteger:

  • O primeiro passo é formatar o smartphone, tablet, notebook, desktop e todos os dispositivos de uso pessoal. Certifique-se de que todo o histórico e informações de preenchimento automático também sejam deletadas, como logins e senhas de sites;
  • A seguir, troque todas as senhas bancárias e de acessos importantes. É necessário trocar além das senhas expostas e mudar completamente o padrão utilizado em todos os logins, pois, com uma senha vazada, os cibercriminosos conseguem chegar a outras senhas importantes ao identificar um padrão;
  • Mantenha o antivírus dos dispositivos utilizados em atividade e todos os mecanismos de defesa disponíveis em uso. Recorra à autenticação de duas etapas em todos os sites e contas disponíveis;
  • Verifique minuciosamente todo o extrato de compras com cartões de crédito em busca de irregularidades.

O que o empresário deve fazer?

Em casos confirmados, o empresário deve emitir um comunicado oficial à imprensa e aos clientes informando sobre o roubo de informações e sobre os dados vazados. O intuito é que os clientes, fornecedores e outras empresas parceiras tomem as devidas medidas de proteção após o vazamento.

O que fazer em caso de cartão de crédito vazado?

Um dos crimes mais comuns é o roubo de dados de cartão de crédito. Essa categoria de crime é constatada quando o usuário do cartão identifica uma compra irregular. Neste tipo de situação, notifique a empresa de cartões imediatamente.

Faça toda uma revisão detalhada do extrato de seu cartão de crédito violado e peça o cancelamento das compras fraudulentas. Em alguns casos, a empresa vai exigir um boletim de ocorrência para formalizar a queixa.

Exemplos de vazamento de dados de grandes empresas

computadores com vazamento de dados
Saiba mais sobre o caso Serasa vazamento de dados de milhões de brasileiros.

Um mega vazamento de dados 2021 ocorreu e expôs 223 milhões de brasileiros. Dentre os dados vazados, o número do CNPJ, CPF, idade, gênero e data de nascimento foram divulgados. Todos esses dados foram liberados ao público por dois cibercriminosos. A investigação do caso levou à prisão dos hackers e apreendeu mais de 4 terabytes de dados.

A origem da fonte dos dados roubados não foi divulgada pela investigação. No entanto, os investigadores acreditam que os dados tenham vazado da empresa Serasa.

Veja a seguir alguns casos famosos de vazamento de informações de empresas conhecidas:

Uber

Considerada uma das maiores empresas de transporte de aplicativos do mundo, a Uber foi vítima de um ciberataque no ano de 2016. O episódio acabou no vazamento de informações de cadastro de 57 milhões de usuários ao redor do mundo, sendo 196 mil, dados vazados de clientes brasileiros.

Facebook

O caso de vazamento de informações no Facebook se tornou famoso, pois houve o vazamento de 87 milhões de dados de usuários da rede social. Deste, cerca de 443 mil são de usuários brasileiros.

A empresa responsável por proteger os dados do Facebook, Cambridge Analytica, foi acusada de compartilhar essas informações com a intenção de manipular eleitores nos Estados Unidos, Brasil e outros países da América Latina.

Netflix, MySpace, LinkedIn…

Em 2017, um mega vazamento de informações de cadastro contendo mais de 1,4 bilhão de senhas foi confirmado, se tornando um dos maiores episódios de vazamentos de dados que se tem notícias. Esses dados são de sites como Netflix, Last.FM, LinkedIn, Minecraft, YouPorn, MySpace, além de outros.

Os dados vazados neste mega roubo de informações estavam contidos em um backup acessado por hackers na Deep Web, e frequentemente era atualizado.

Exemplos de Vulnerabilidade

Existem diversos tipos de atitudes negligentes que podem facilitar o roubo de dados. Veja a seguir alguns exemplos de vulnerabilidade que podem ser evitados:

  • Acessar emails de desconhecidos e clicar em botões solicitados;
  • Acessar informações de pen drive sem passar por antivírus previamente;
  • Comprar com cartão de crédito em sites sem proteção SSL. Além disso, você deve ter certeza de estar fazendo negócio com uma empresa idônea;
  • Utilizar senhas fracas e wi-fi sem criptografia;
  • Na empresa, todos os cuidados acima também devem ser tomados e redobrados;
  • A equipe de TI deve estar atenta à vulnerabilidade de funcionários em diversos setores e terminais utilizados, como o acesso indevido a dispositivos, sites e emails maliciosos, além de outras negligências cometidas por colaboradores com acesso ao sistema.

Como evitar o vazamento de dados dentro da empresa?

Banco Central, vazamento de dados e LGPD.

Para evitar o vazamento de informações da empresa, de clientes e de funcionários, siga as seguintes recomendações de órgãos competentes como o Banco Central:

  • Cuidado com as informações salvas em terminais da empresa. Dados relativos à empresa, do setor de compra, logística, além de outros, devem ser preservados. Os dados de clientes também devem ser protegidos e monitorados por profissionais em TI qualificados e atualizados;
  • Os funcionários não devem acessar terminais para uso recreativo e utilizar dispositivos de armazenamento deliberadamente;
  • Todos os colaboradores com acesso a sistema operacional interno devem possuir login e senha, além de acesso limitado a cada repartição e monitoramento sobre suas atividades;
  • O sistema operacional da empresa deve ser protegido com antivírus e outros recursos de criptografia para evitar acesso indevido aos dados sigilosos, seja por colaboradores ou invasores;
  • As políticas de LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) devem ser respeitadas e seguidas à risca.

Existe proteção de dados no Brasil? Quais punições podem acontecer por causa desse vazamento?

A ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) é o órgão máximo de proteção de dados online no Brasil. Além do órgão, a LGPD, em vigor desde 2020, é a lei máxima de proteção de dados de clientes. Essa lei prevê que medidas punitivas para as empresas envolvidas em escândalos de vazamento de informações sigilosas sejam tomadas.

As punições podem ser multas de 2% referente ao valor do faturamento anual, podendo chegar a uma punição de R$ 50 milhões e prisão dos responsáveis. O mais importante é que os cidadãos e empresas se protejam contra as ações dos criminosos com informações e atitudes colocadas em prática diariamente.

Se você gostou de saber mais sobre vazamento de dados e tem interesse em ampliar a segurança de sua empresa, entre em contato com um de nossos especialistas e deixe que a UpGrade TI te ajude neste processo.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?