Sextortion: o que é? Veja como reagir diante disso!

Sextortion

Existem várias formas de enganar e prejudicar uma pessoa com o uso da tecnologia em rede. A internet é um prato cheio para quem está decidido a aplicar golpes e agir de forma escusa, pois permite várias estratégias de ataques. Uma dessas formas de ataques é o sextortion. Sextortion: o que é? Como essa modalidade de golpe online funciona? Pode prejudicar muito uma pessoa?

Essa e outras dúvidas relevantes foram consideradas para a criação deste conteúdo sobre esse assunto importante e polêmico. Veja em detalhes como o crime de sextortion acontece, alguns exemplos de sextortion e saiba por qual crime o agente que pratica sextortion responde no Brasil! Além disso, veja também como se prevenir de vazamento de dados para não cair em sextortion, conheça o programa de conscientização de usuários e o que fazer se cair em sextortion na internet.

Este artigo contém:

Como o crime de sextortion (extorsão sexual) acontece?

O sextortion é uma palavra em inglês que em tradução direta significa “extorsão sexual”, também conhecida pelo termo “golpe dos nudes“. O crime surgiu com a popularização da tecnologia de comunicação online, que facilitou a troca de informações instantâneas. Hoje, a troca de dados é mais rápida e robusta quando comparado com a década passada e a anterior. Atualmente, uma pessoa grava um vídeo e faz fotos de alta resolução e em alguns segundos esse vídeo e imagens já podem estar nas redes sociais e subir para a nuvem.

Por isso, esses arquivos estão em grandes quantidades nas redes e podem ser usados como objeto de chantagem. Entre as pessoas que trocam mensagens mais picantes, com fotos que apresentam nudez, existe o risco de ser alvo do sextortion. É comum na cultura atual a troca de imagens de nudez pelo WhatsApp entre namorados, entre amigos e pessoas que se conhecem por meio de aplicativos de namoro.

Quando esse arquivo é compartilhado por meio do WhatsApp, Messenger ou outro aplicativo mensageiro, os cibercriminosos podem ter acesso a essas informações para extorquir a vítima no futuro. O crime de sextortion se caracteriza quando essas imagens de nudez são acessadas por cibercriminosos, que ameaça divulgá-las em redes sociais, entre a lista de contato da pessoa ou até de denunciar à polícia se um valor em dinheiro (criptomoeda) não for pago.

Exemplos de sextortion

Imagens íntimas das pessoas são capturadas pelos criminosos sempre que há uma webcam desprotegida!

Existem vários exemplos de sextortion atualmente. Somente em julho de 2018, o FBI teve que investigar 13 mil ocorrências de sextortion nos Estados Unidos. Desde então, esse número só cresce e o crime já é um dos que mais afeta usuários da internet. Já em 2021, mais de 65 mandados de prisão foram cumpridos em cidades gaúchas no Brasil por conta deste crime. Podemos tomar esse último caso como exemplo:

  • No Rio Grande do Sul, uma quadrilha que aplicava o sextortion agia criando perfis falsos na internet de jovens menores de idade. Em seguida, abordavam pessoas, criavam certa intimidade e após muitas conversas enviavam imagens de nudez para essas pessoas se passando pelos jovens. Assim que as imagens eram enviadas para a vítima, então os mesmos criminosos se passavam pelos pais dos jovens e ameaçavam a vítima de ir até a polícia para denunciar o abuso se uma quantia em dinheiro não fosse paga;
  • Outro exemplo é o da webcam hackeada, que pode fazer capturas de imagens de um usuário enquanto ele está despido na privacidade do seu quarto. Essas imagens são coletadas e após o cibercriminosos gerar um arquivo com várias imagens comprometedoras, passa a extorquir o usuário protagonista das imagens para que elas não sejam divulgadas;
  • Mais um exemplo do que está em voga é a troca de informações que nasce em aplicativos de namoro. Perfis falsos são criados constantemente nesses aplicativos e após muitas conversas e troca de imagens de nudez com uma vítima, o criminoso faz a ameaça de divulgar todas as imagens arquivadas se o preço pelo resgate dessas imagens não for pago;
  • Um exemplo da ficção, mas que deve ser mencionado e pode ajudar muitas pessoas é o do episódio “Shut up and dance”, da terceira temporada de Black Mirror. Neste capítulo da série, um personagem é extorquido após o cibercriminoso acessar imagens íntimas da vítima. Tudo começa com uma webcam hackeada e logo em seguida vem a extorsão. E-mails e conversas hackeadas também ocorrem com outras vítimas. No episódio, várias vítimas são extorquidas e interagem entre elas, sempre conduzidas pela ameaça de um mesmo cibercriminoso.

Os exemplos reais e fictícios servem para nos alertar quanto ao perigo de não nos importarmos com a segurança da informação. É preciso estar atento aos perigos e saber se proteger deste tipo de ameaça. Neste conteúdo você vai saber o que deve ser feito para se proteger, continue acompanhando esta leitura até o final.

Por qual crime o agente que pratica sextortion responde no Brasil?

pratica sextortion

Conheça um pouco mais sobre a legislação responsável por cuidar do sextortion atualmente!

A legislação brasileira para impedir a prática de extorsão já existe e é aplicada na prática. O praticante de sextortion no Brasil se enquadra no crime de extorsão, previsto no Art. 158 do Código Penal. Neste artigo, está claro que a pessoa que constranger alguém, usar de violência ou tom de ameaça, com o intuito de conseguir vantagens econômicas, fazer com que a vítima faça ou deixe de fazer algo, é considerado crime de sequestro.

Essa legislação também se aplica na prática do sextortion, onde arquivos digitais sequestrados de um computador de forma escusa são usados para extorquir a vítima. A pessoa que pratica o sextortion no Brasil pode enfrentar pena de reclusão de 4 a 10 anos e/ou ter que pagar uma multa estipulada pelo magistrado.

Como se prevenir de vazamento de dados para não cair em sextortion?

prevenir de vazamento de dados

Veja como se proteger de vazamento de dados e do crime de sextortion!

É fundamental se prevenir contra o vazamento de dados na internet colocando em prática medidas fundamentais de proteção. Uma das principais medidas é possuir um sistema operacional atualizado, com antivírus robusto, firewall e senhas fortes. Além disso, é interessante manter a webcam de seu computador desativada, com o cabo desconectado do computador sempre que não estiver usando.

No notebook, uma dica é colar uma fita adesiva escura sobre a câmera e só retirar quando você for usar essa câmera. Essa dica também pode ser colocada em prática e vale para Smart TVs com câmera e smartphones de todas as marcas. Lembre-se, todo cuidado é pouco e se prevenir é a melhor solução sempre!

Quando ocorre o vazamento de dados?

O vazamento de dados ocorre quando informações importantes e confidenciais de um usuário (pessoa física ou institucional) acontecem. A senha, o login, o CPF, dados bancários, conversas importantes, endereços de e-mail de seus contatos, números de telefone, são só alguns dos dados cobiçados pelos cibercriminosos. Os nudes também estão no radar dos criminosos virtuais e podem ser utilizados para extorquir.

Como se proteger?

Proteja-se de tudo isso colocando em prática as medidas citadas até aqui e outras medidas simples, como não enviar imagens de nudez para usuários por meio da internet ou ser receptador dessas imagens. Se você conhecer alguém interessante pela internet, independentemente do canal utilizado, aprofunde a intimidade somente após conhecer bem essa pessoa pessoalmente.

Para evitar ataques e vazamentos de dados institucionais, uma solução robusta e confiável é contar com a expertise de uma empresa fornecedora de tecnologia e proteção. A UPGrade TI é uma empresa com esse know how e está pronta para atender a suas necessidades de segurança e tecnologia em sua empresa.

Programa de conscientização de usuários

Falando de usuários comuns e institucionais, há programas de conscientização de usuários que podem ser aplicados nas empresas. É interessante que todo empresário preocupado com seu negócio e sua equipe de colaboradores tenha um programa de conscientização de usuário em sua empresa. Trata-se de uma cartilha de práticas seguras no uso de um computador ou qualquer dispositivo em rede.

Mas, não só de forma online, um ataque virtual pode ser arquitetado e ocorre de outras formas. Por exemplo, se um dispositivo de armazenamento móvel contaminado de um colaborador despreocupado é inserido em um computador da empresa, o vírus pode se espalhar e contaminar todo um sistema. Então, os colaboradores de todos os setores devem seguir políticas sérias e atualizadas de proteção de dados que incluam esse tipo de orientação.

O que fazer se cair em sextortion na internet?

fazer se cair em sextortion

O cuidado deve ser redobrado com webcam e imagens íntimas armazenadas no computador!

Se você foi vítima de sextortion e não sabe o que fazer, o primeiro passo é reunir provas de que foi vítima de um crime virtual. As mensagens com as extorsões são provas de que você está sendo vitimado. Se você for menor de idade, é necessário contar com um responsável legal maior de idade para lhe acompanhar em todos os passos seguintes. Reúna todo o material e faça o seguinte:

  • Vá a um tabelionato e registre todo o material em formato de ata notarial. Isso não é obrigatório, mas vai ajudar no respaldo da vítima quanto a autenticidade de todos os metadados coletados e das mensagens de extorsão do cibercriminoso;
  • Vá a polícia e registre um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima. Caso tenha uma delegacia especializada em casos de crimes virtuais, procure essa delegacia. Outra dica é procurar uma delegacia da mulher caso a vítima seja do sexo feminino, independentemente da idade;
  • Faça uma denúncia formal contra a plataforma por onde o crime ocorreu, pois ela é responsável por remover quaisquer conteúdos invasivos que violem a privacidade de um usuário assim que for relatado;
  • Faça essa solicitação de remoção também diante do Google, pois a empresa oferece um formulário que vai informar os endereços de hospedagem destas imagens. Além disso, as imagens não estarão mais vinculadas ao nome da pessoa após tais medidas.

Por fim, saiba que é fundamental contar com o bom senso e evitar se colocar em risco. Se você é empresário e deseja reforçar a segurança da sua empresa e colaboradores, converse agora com um especialista da UPGrade TI para saber mais sobre as soluções oferecidas. Agende uma consulta e receba todas as orientações para redobrar o patamar tecnológico e de segurança virtual em seu negócio.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?