Veja o que é Data Center e sua importância para uma empresa

o que é data center

Data centers são aglomerados de servidores capazes de armazenar uma infinidade de dados. Além disso, a capacidade de processamento de uma central de informática é de alto nível. Ou seja, é possível atender a todo e qualquer tipo de demanda de armazenamento e processamento com o data center correto. Mas, é fundamental saber o que é data center e como possuir um em sua empresa.

Para isso, essa importante central de informática deve ser dimensionada da forma correta, com padrões e normas, e seguir todas as medidas de segurança estabelecidas. Sistema contra incêndios e a forma correta de alocar os equipamentos com mais eficiência ergonômica são pontos a serem abordados.

Além da proteção contra incêndio, o acesso independente a um sistema robusto de alimentação (energia elétrica) deve existir. Toda essa estrutura acaba sendo complexa e merece muita atenção de empresários que desejam possuir um data center em sua empresa.

Dessa forma, preparamos um conteúdo completo sobre data centers e sua relevância para uma empresa. Veja neste artigo o que é um data center, para que serve essa central de informática e aprenda sobre os principais padrões da infraestrutura necessária para se ter um data center robusto.

O que é um data center?

Um data center é uma instalação de diversos computadores e equipamentos em um mesmo ambiente físico. Essas grandes centrais de informática são necessárias para as empresas hospedarem sites, aplicativos, ter banco de dados e processar informações.

A ideia de um data center é ser uma rede de muitos recursos capazes de oferecer suporte de alto nível a empresas, companhias e ao público. É possível compartilhar e armazenar dados devido a roteadores, armazenamento, firewalls dedicados, servidores e softwares em operação.

No entanto, como tudo evolui no mundo tecnológico, os data centers modernos diferem de modelos que há poucos anos eram de vanguarda. O que vem mudando rapidamente é a infraestrutura de servidores, que está deixando de ser em um ambiente físico na empresa para uma proposta de redes virtuais, em um ambiente cloud.

É claro que a necessidade de um espaço físico para a existência de um data center sempre vai existir. Mas, as empresas não precisam dispor deste espaço em suas instalações, e o acesso aos dados e poder de processamentos podem ser fornecidos nas bordas das conexões públicas ou privadas de data centers robustos e terceirizados.

Para que serve um data center?

Um data center é uma central de informática multifunções com infraestrutura suficiente para alocar banco de dados (big data) e alto poder de processamento. A quantidade de informações que podem ser geradas e compartilhadas a partir de um data center é quase que imensurável.

Essa estrutura tecnológica pode ser montada em estruturas metálicas ou racks, mas também pode ocupar uma sala inteira com mainframes de acordo com o planejamento realizado. Tudo vai depender da necessidade da empresa e da infraestrutura das instalações. O dimensionamento das instalações e disposição dos equipamentos deve ser feita com base em normas técnicas.

De certa forma, toda essa infraestrutura não é isolada do restante da empresa, visto que o setor de TI com toda essa infraestrutura em mãos consegue suprir as demandas de informática, de energia e Segurança da Informação da empresa. Podemos dizer que um data center tem um papel fundamental dentro de uma empresa, necessitando de planejamento e profissionais de TI habilitados para usufruir de todo seu potencial.

Como funcionam os data centers?

Um data center instalado na empresa geralmente funciona como a central de um sistema integrado de dados e processamento, tudo alocado e planejado conforme a necessidade da empresa. Essas informações podem ser sobre a segurança, logística, finanças, setor comercial, sistema de energia do prédio, além de muitos outros.

Nesta central tecnológica, funcionam computadores conectados em rede doméstica e online, processadores de alta capacidade, discos de armazenamento e SSD, além de outros componentes importantes, como nobreaks, sistemas de alimentação inteligentes e geradores.

Existem diversos mecanismos sobre o funcionamento de um data center que daria um livro inteiro se fossemos descrever. É interessante que uma central de informática robusta conte com serviços e aplicativos agregados para garantir o total desempenho de todo esse mecanismo envolvido.

Tipos de data center

Os data centers podem ser instalados e personalizados conforme a necessidade da empresa e das inovações tecnológicas recentes. Basicamente, há dois tipos de data centers mais utilizados:

PDC – Data Center Privado

Um data center privado pertence a uma única empresa. Ou seja, esse é um modelo não compartilhado, com uma infraestrutura física específica para as operações da empresa. É dessa central de operações que o processamento e armazenamento de dados, assim como a alocação de servidores, hospedagem e softwares se encontram.

IDC – Internet Data Center

Esse é um serviço de conexão oferecido para as empresas e companhias que desejam terceirizar um data center. São oferecidos diversos tipos de serviços, como hospedagem, processamento e armazenamento, sendo esses os mais comuns.

Como são os padrões da infraestrutura do data center?

Os padrões de um data center são específicos para cada necessidade e empresa. Mas, de modo geral, é possível determinar padrões que são comuns entre eles. Para data centers in house, considerados os mais tradicionais, segue o seguinte padrão:

Energia

A energia é um dos recursos padronizados mais importantes em um data center tradicional. O padrão de instalação e fornecimento segue normas técnicas rígidas, com nobreaks e geradores. Todo o cabeamento estruturado, disjuntores, sistema de iluminação e componentes elétricos devem respeitar as normas técnicas internacionais e padrões como a Norma EIA/TIA 942, uma das normatizações de energia para data centers mais importantes do mundo, criada em 2005.

Climatização

Um ambiente de data center deve ser climatizado, mais frio do que em outros lugares da empresa. Esse sistema deve ser padronizado, pois, unidades com diversos rack e múltiplos armários podem atingir temperaturas acima dos 70ºC caso a refrigeração seja interrompida por alguns minutos. O uso de chillers específicos é uma forma de manter os equipamentos com a temperatura controlada.

Incêndio

Manter o foco na segurança do data center e da empresa na totalidade é muito importante. Por isso, há sistemas padronizados de segurança contra incêndio que seguem padrões específicos para data centers. Um dos itens que segue esse padrão é o HFC-125, um extintor de incêndio para combate a ação física e química, que evita a propagação do fogo e interrompe outros focos de incêndio com o mínimo de prejuízo possível aos equipamentos.

Além disso, o sistema de supressão a gás é essencial para evitar e combater possíveis focos de incêndios em uma central de equipamentos como essa.

Segurança de dados e acesso

A principal função de um data center é gerar, armazenar e compartilhar dados de alta relevância para uma empresa. Manter a segurança deste sistema é fundamental. Para isso, há padrões internacionais de segurança a serem seguidos, como portaria com vigilância 24 horas, portas blindadas e acesso com cartão magnético. Somente pessoas autorizadas podem ter acesso ao sistema.

O monitoramento por câmera deve ser independente e todas as imagens geradas devem possuir um backup em nuvem, pois se a segurança das instalações da empresa for comprometida, as imagens estarão em segurança em um servidor externo.

De modo geral, os padrões da infraestrutura em um data center podem ser divididos em camadas. Para o design, o padrão mais explorado é o ANSI/TIA – 942. As camadas de infraestrutura padronizadas são as seguintes:

1 – Camada de base – A camada 1 oferece proteção para adversidades físicas. Os caminhos de distribuição não são únicos e os componentes possuem alta capacidade de proteção limitada.

2 – Camada de infraestrutura redundante – Esse é um data center com mais proteção e melhoramentos na capacidade de distribuição dos caminhos traçados.

3 – Camada de infraestrutura simultânea – Essa é uma categoria de padronização de data center que protege contra quaisquer eventos físicos que possam comprometer a capacidade de operação da central. Os componentes são independentes e podem ser removidos com facilidade.

4 – Camada tolerante a falhas – Esse é o padrão mais elevado para evitar falhas da forma como é planejado. A capacidade redundante do sistema permite vários caminhos e componentes independentes que possibilitam uma manutenção e a averiguação de falhas sem comprometer a operação.

Por que os data centers são importantes para as empresas?

Data centers são importantíssimos para as empresas, independentemente do porte, do ramo de negócios e de outras variáveis. Para a TI corporativa o data center é a base do negócio e dos serviços oferecidos. Dessa forma, seja um modelo in house ou terceirizado, sua importância para as empresas em geral se dá aos seguintes motivos:

  • Compartilhamento de arquivos e e-mails;
  • Acesso a softwares e aplicativos instalados;
  • CRM, ou ferramenta de gestão do relacionamento com o cliente;
  • Sistema de gestão empresarial do tipo ERP;
  • Acesso a Big Data;
  • Possibilidade de utilizar desktops virtuais de ponta, serviços de compartilhamento seguro e rede de alta performance.

Dicas para escolher o melhor data center para sua empresa

É fundamental que o data center seja planejado para atender as demandas de uma empresa, nunca menos que isso. Dessa forma, o ramo de negócio e o porte da empresa devem ser avaliados antes de qualquer investimento a respeito. Hoje há uma gama de serviços terceirizados e equipamentos modernos que podem baratear custos e viabilizar o setor de TI. Mas tudo deve ser planejado.

Já no que diz respeito ao desempenho, tanto um data center na empresa quanto um serviço externo são excelentes escolhas. O mais importante é o empresário entender sua necessidade, urgência e pretensão de serviços de TI oferecidos. Dessa forma, veja algumas dicas sobre tipos de data centers para diferentes necessidades:

Data centers corporativos

Esses são data centers ideais para empresas ou para pessoas independentes em seus negócios (usuários finais). Eles são encontrados em um campus corporativo e abrangem diferentes realidades, necessidades de armazenamento e poder de processamento.

Serviços gerenciados para empresas

Neste modelo de data center, o empresário não necessita de um espaço físico dedicado dentro de sua empresa, pois todos os equipamentos e infraestrutura são alugados.

Data centers compartilhados

Semelhante ao modelo anterior, porém mais abrangente, o data center colocation viabiliza toda a terceirização da infraestrutura necessária para a demanda do empresário. Nos três modelos citados, o gerenciamento do setor de TI da empresa junto a prestadora de serviço se faz necessário.

Data center in cloud

Esse é um modelo totalmente independente, pois todos os dados e aplicativos podem ser armazenados em servidores na nuvem. O empresário não se preocupa com nada referente a infraestrutura, mas deve fazer um planejamento junto ao setor de TI da empresa.

Por fim, três dicas simples devem ser seguidas:

1. Instalação robusta

Opte por um fornecedor de infraestrutura confiável, assim como equipamentos e profissionais competentes, seja no data center in house ou terceirizado.

2. Telecomunicações

Um bom data center consegue funcionar 24 horas de forma ininterrupta e deve garantir a realização dos negócios de sua empresa.

3. Processos

Os processos devem estar maduros, precisos e seguindo as normas estabelecidas, como a ISAE 3402 e ISO 20000.

O que define um data center moderno?

Um data center moderno pode ser definido por robustez e praticidade. Os serviços em nuvem são o expoente de um data center moderno.

Data center local x virtual

O data center local pode ser a melhor opção com base nas atividades da empresa. No entanto, o virtual pode oferecer mais praticidade e agilidade de suporte tecnológico em TI. O que irá ser melhor para um pode não ser para outro, sendo assim, veja três qualidades de um data center local e virtual para um norteamento mais claro:

Local

  • Infraestrutura na medida certa;
  • O empresário é dono do patrimônio tecnológico;
  • Possibilidade de explorar novas aplicações com os recursos já existentes.

Virtual

  • Praticidade;
  • Agilidade de possuir um data center robusto com apenas alguns cliques;
  • Viabilidade para todos os tipos de negócios.

Quais são os principais componentes de um data center?

Os principais componentes de um data center tradicional são:

  • Hardware de computação;
  • Roteadores e outros equipamentos de rede;
  • Disco Rígido ou SSD para armazenamento;
  • Equipamento de gerenciamento de energia;
  • Nobreak e geradores;
  • Softwares e aplicativos específicos.

Data centers e a LGPD

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) serve para regulamentar os direitos individuais das pessoas sobre o compartilhamento e armazenamento de dados. Para a área de TI, os procedimentos de segurança e transparência no armazenamento de dados devem seguir essa concepção.

É importantíssimo estar adequado a LGPD, pois em um data center são armazenados dados de clientes e consumidores. Então, em relação a big data, todos os dados ficam protegidos neste ínterim. Tanto a coleta destes dados, como o compartilhamento só devem ocorrer com a aprovação de seu titular.

Hoje, os data centers terceirizados já contam com especialistas em proteção de dados atualizados com a LGPD.

Se você gostou desse artigo completo sobre o que é data center, veja outros artigos como esse aqui no site. Para uma consultoria completa, entre em contato com nossa equipe de atendimento.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?