Computador com ‘ChatGPT nativo’ chega ao Brasil em 2024

Computador-com-'ChatGPT-nativo'-chega-ao-Brasil-em-2024---noticia

Chega ao Brasil, ainda este ano, mais um lançamento da Intel: são os AI PCs. Com novos processadores Intel Corel Ultra, conhecidos como Meteor Lake, estas máquinas vão trazer a inteligência artificial (IA) de forma nativa, o que promete expandir o recurso para ainda mais tarefas e sem a necessidade de conexão à Internet. Isto será possível devido à presença das NPUs (Unidade de Processamento Neural, tradução de “Neural Processing Unit”), ou seja, um núcleo específico dentro do PC unicamente feito para rodar a IA.

De acordo com o Diretor de Produtos da Intel, Ricardo Ferraz, a chegada dos AI PCs é o maior avanço tecnológico dos últimos 40 anos, superando os smartphones e a popularização do Wi-Fi.

O que são os AI PCs?

AI PC é um computador que atende a três requisitos: vem com a ferramenta Copilot nativa; apresenta o botão Copilot e contam com GPU (Unidade de Processamento Gráfico), CPU (Unidade Central de Processamento) e NPU (Unidade de Processamento Neural).

A NPU e GPU são tipos de processadores especializados presentes em computadores e smartphones. Já a NPU é utilizada para redes neurais e outras tarefas de inteligência artificial, enquanto a GPU é focada em renderização gráfica, como jogos e aplicações em 3D.

Atualmente, tanto a AMD quanto a Intel trabalham em computadores com inteligência artificial, mas os modelos ainda não chegaram ao Brasil. A ideia é que esse tipo de tecnologia aumente a produtividade dos usuários e ainda proporcione mais segurança ao usar IA, até porque os cálculos com inteligência artificial serão feitos, em sua maioria, internamente pelo PC e será menos provável que ferramentas online interceptem dados pessoais dos internautas.

Como funcionam os AI PCs?

As ações que o AI PC poderá realizar são semelhantes às tarefas que outras ferramentas de IA online já fazem. As principais diferenças são a possibilidade de rodar esses processos diretamente pelo computador, sem precisar usar a Internet, e a facilidade de incrementar e adaptar a base de dados dos softwares. Com esse diferencial, o PC com inteligência artificial poderá, inclusive, servir como um assistente pessoal, bastando ter acesso às informações do usuário, como calendário ou e-mails.

Os computadores com Intel Core Ultra prometem ter maior duração de bateria e, simultaneamente, melhor desempenho ao usar recursos de inteligência artificial. A placa NPU, otimizada para rodar aplicações com IA, poupará a GPU e a CPU de se esforçarem em tarefas do gênero, deixando-as livres para trabalhar em outras atividades e, com isso, melhorando a performance geral da máquina.

É importante que a gente saiba que a Intel cria o hardware e o software capaz de fabricar essas ferramentas e os disponibiliza para os desenvolvedores. Logo, a amplitude de tarefas que os AI PCs poderão realizar depende, em geral, do esforço e da criatividade dos criadores amparados pelo Programa de Aceleração de Inteligência Artificial em PC. “As demandas do que as pessoas esperam que seu PC faça estão crescendo e evoluindo e, hoje, estamos em um ponto de inflexão com os computadores”, finaliza Guto Buarque.

• Arquitetura híbrida de desempenho 3D
• Intel 4 Compute Tile
• Até 5,1 GHz
• Arc GPU Integrada com até 8 Xe Cores
• NPU dedicada
• Até 64 GN
• Thunderbolt 4
• Wi-Fi 6E

É seguro usar os AI PCs?

Como os AI PCs não precisam acessar servidores em nuvens para a maioria das tarefas com Inteligência Artificial, os riscos de vazamento de informações diminuem. Em situação diferente se encontra o Chat GPT, que já se envolveu em algumas polêmicas sobre privacidade. No início do ano, usuários norte-americanos acusaram a ferramenta de exibir históricos de pesquisas de outros usuários em suas contas. Além disso, empresas como Samsung e Apple recomendam que seus empregados não usem o ChatGPT durante o trabalho para não haver vazamentos.

Por outro lado, um benefício dos serviços que rodam inteligência artificial remotamente é a possibilidade de moderação em tempo real. O ChatGPT e o Gemini Google, por exemplo, impedem os usuários de praticar atividades maliciosas, como textos para phishing ou outras formas de engenharias sociais, com o auxílio do chatbot.

Vantagens no uso do AI PCs :

 

  • Redução da latência para acelerar o processamento de tarefas relacionadas à IA;
  • Preservação da largura de banda ao não executar tarefas relacionadas à IA na rede;
  • Manutenção do desempenho usando um processador de IA criado especificamente para segmentar as tarefas relacionadas à IA;
  • Capacidade de usar os recursos de IA quando não estiver conectado à Internet;
  • Uso de menos energia da bateria para executar tarefas relacionadas à IA;
  • Melhor privacidade e segurança, pois os dados não estão sendo compartilhados com nenhum serviço, site ou terceiros.

100 milhões de AI PCs até 2025

Em alta desde 2022, o ChatGPT se popularizou e atraiu investidores em diferentes setores. Google e a Microsoft, por exemplo, lançaram chatbots com IA generativa para competir com a ferramenta da Microsoft — o Gemini e o Copilot, respectivamente — e até a Meta admitiu que retirou seus esforços no Metaverso, um grande investimento da empresa, para focar em inteligência artificial.

Até hoje, a maioria dos softwares que utilizam IA rodam na nuvem, ou seja, usam a Internet para acessar servidores remotos, que executam os cálculos exigidos pela inteligência artificial. No entanto, mesmo que boa parte da operação seja feita “fora do computador”, a GPU e a CPU ainda ficam sobrecarregadas ao realizar tarefas com inteligência artificial, devido ao grau de complexidade das ações. Esses dois problemas, contudo, podem ser resolvidos simultaneamente com a implementação das NPUs (e, consequentemente, dos processadores Intel Core Ultra) ao mercado, já que a tecnologia é otimizada para rodar tarefas de IA e ainda vai deixar as outras placas do PC livres para outras atividades

Visando levar a inteligência artificial a mais usuários, a Intel tem feito parcerias com desenvolvedores independentes para criar softwares com IA para computadores — afinal, não haveria motivos para ter um PC com a tecnologia se não há aplicações para utilizar. O nome da iniciativa é “Programa de Aceleração de Inteligência Artificial em PC” e, até o momento, já existem mais de cem parceiros e 300 recursos “acelerados” pela ação. Com a venda das placas Core Ultra e o programa, a Intel espera que haja até 100 milhões de AI PCs no mercado até 2025.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?