O que é Sistema CFTV? Descubra tudo que você precisa saber!

Sistema CFTV

Tanto residências quanto pontos comerciais precisam de um bom sistema de vigilância para garantir a segurança da família e do próprio negócio. O CFTV (Circuito Fechado de Televisão) é o sistema mais usado no país e é um grande auxílio para a segurança pública. Por isso, entender o que é o sistema CFTV é algo de extrema importância para a segurança doméstica e comercial, considerando os alarmantes índices de criminalidade no país.

Os dados divulgados pelo Anuário de Segurança Pública de 2021 revelam que no ano anterior a taxa de mortes violentas intencionais subiu 4%, sendo equivalente a 23,6 mortes a cada 100 mil habitantes. Desse total de mortes em 2020, 78% foram com emprego de arma de fogo.

Portanto, é quase impossível viver hoje em dia em grandes centros urbanos sem monitoramento por câmeras, sendo que essa é uma das estratégias mais simples para inibir a ação de criminosos. Mas para montar um sistema de segurança de grande eficiência, você precisa entender melhor o que é CFTV e como esse sistema funciona.

O que é sistema CFTV?

CFTV é um monitoramento feito por câmeras de segurança que transmitem imagens em tempo real para uma central de monitoramento ou gravador de vídeo. Trata-se do sistema de segurança por câmeras mais usado no Brasil.

Esse sistema consiste em colocar câmeras de monitoramento em pontos estratégicos para inibir a ação de criminosos. Por isso, as câmeras são instaladas em locais com grande circulação de pessoas e em pontos vulneráveis.

O CFTV não é só aplicado a segurança, mas também pode ser utilizado de forma estratégica no negócio como forma de identificar problemas no caso de incêndio ou identificar pessoas circulando em áreas não permitidas, como por exemplo em fábricas, onde existem diversas normas de segurança ou até mesmo estacionamentos.

Devido ao simples funcionamento desse sistema, a instalação de CFTV cresceu muito em todo o país. Hoje em dia é possível encontrar esse tipo de sistema em residências, prédios, condomínios, supermercados, lojas, empresas e áreas públicas.

É uma das tecnologias mais avançadas que existem para a segurança residencial e comercial, sendo que ela oferece muitas outras vantagens que você poderá conferir neste artigo.

O que significa CFTV?

A sigla CFTV significa Circuito Fechado de Televisão, que vem do inglês Closed Circuit Television (CCTV). É um sistema de segurança que possibilita captar e reter imagens de câmeras analógicas e digitais e realizar o monitoramento em tempo real.

Como funciona o sistema CFTV?

Em um sistema CFTV as imagens são coletadas por câmeras que podem ser analógicas ou digitais e transmitidas para telas de TV em uma central de monitoramento. Há ainda a recepção realizada por Stand Alone ou placas DVR, sendo necessárias para gravar e exibir as imagens coletadas.

Tudo isso é possível graças à fonte de alimentação, que deve ter o dimensionamento adequado considerando cada tipo de câmera. Além disso, um bom monitoramento por vídeo depende da qualidade dos equipamentos utilizados, assim como o cabo de vídeo, gravador digital, nobreak, entre outros itens que são essenciais.

As tecnologias mais modernas em segurança por vídeo possibilitam transmitir as imagens para dispositivos móveis como smartphones e tablets, podendo acessá-las em qualquer lugar do mundo, desde que estejam conectadas a uma rede de internet.

Outras tecnologias inovadoras são as altas resoluções de câmeras e modelos que possibilitam gravar imagens em 360º, para uma maior cobertura.

Neste conceito, o monitoramento remoto é algo bastante comum. Mas no caso de uma instalação doméstica, as câmeras podem ser conectadas a uma tela na residência para que os moradores possam monitorar a fachada da casa, os fundos e as laterais, garantindo uma maior segurança.

Quais são os principais tipos desse sistema?

Há basicamente dois tipos de CFTV, sendo que cada um deles é usado para um tipo de monitoramento. Eles são: analógico e IP. Confira mais detalhes sobre cada um deles.

CFTV analógico

Esse é o tipo de CFTV mais usado no país, pois possui custos menores e tem sido usado desde o início do monitoramento por câmeras de segurança em residências e comércios. O CFTV analógico utiliza cabos coaxiais para ligar as câmeras em dispositivos, que farão a recepção das imagens serem gravadas e monitoradas em telas de TV.

CFTV IP

O modelo de CFTV IP é mais moderno e traz um grande número de possibilidades. Neste modelo as imagens são gravadas em alta definição e permitem transmitir dados de vídeo e voz em uma rede. Portanto, é o método mais utilizado para monitoramento remoto com imagens de alta qualidade, indo de HD a Full HD e 4K.

Qual é o melhor tipo?

Considerando a qualidade das imagens e a possibilidade do monitoramento remoto por smartphones e tablets, o sistema CFTV de IP é a melhor opção. No entanto, quem busca um sistema de monitoramento mais barato ou precisa apenas de um sistema mais simples, o CFTV analógico é a melhor opção.

Na verdade, o melhor tipo dependerá das necessidades de cada residência ou empresa. O ideal é consultar a empresa que fará a instalação sobre o melhor modelo de acordo com as suas necessidades. A UPGRADE TI é uma dessas empresas que realizam a instalação de CFTV no Rio de Janeiro.

Quais são as partes que compõem o sistema CFTV?

Para que esse sistema funcione adequadamente, ele precisa de várias partes que são essenciais, sendo elas: câmeras, lentes e sistema de gravação. Veja mais detalhes sobre cada uma dessas partes.

Câmeras

As câmeras utilizadas no CFTV possuem características variadas. Hoje em dia muitos modelos contam com sensor de imagem, infravermelho, proteção antichuva e até sistema próprio para inibir vandalismo. Os modelos mais comuns são:

  • Bullet – tem formato cilíndrico e possui sensor infravermelho;
  • Box – possui uma proteção parecida com uma caixa para inibir vandalismo;
  • Dome – tem formato arredondado e é a mais usada no mercado;
  • Pinhole – é minúscula, sendo mais utilizada para resolver conflitos internos, por não ser aparente.

Lentes

As lentes precisam captar imagens com boa nitidez para que seja possível aproximar a imagem e identificar o criminoso. As mais usadas são as lentes fixas, pois capturam imagens com maior amplitude e permitem uma aproximação com maior foco.

O ideal é que você contrate um profissional de TI para saber qual é a melhor lente para instalar na sua casa ou empresa, pois cada modelo possui características diferentes.

Sistema de gravação

O sistema de gravação é o que irá captar as imagens da câmera e possibilitará visualizar essas imagens posteriormente. Há 3 tipos de sistemas que são usados em monitoramento por câmeras, sendo eles:

DVR

O DVR (Digital Video Recorder) é o sistema de gravação mais utilizado no caso de câmeras analógicas. Ele possui um ótimo custo-benefício e oferece muitas funcionalidades, como:

  • Monitoramento em tempo real;
  • Armazenamento de imagens de alta qualidade;
  • Visualização das câmeras em dispositivos móveis;
  • Acesso às imagens em dias e horários específicos;
  • Possibilidade de utilizar HDs externos e backup em nuvem.

NVR

O NVR (Network Video Recorder) é muito similar ao DVR, porém, ele é utilizado para câmeras com a tecnologia IP. Portanto, esse aparelho não precisa de cabos para receber as imagens, armazená-las e transmiti-las para outros dispositivos, como smartphone e tablet.

HVR

O HVR (Hybrid Video Recorder) é a solução para quem possui câmeras com tecnologia IP e analógica, pois ele é uma junção dessas duas tecnologias. Dessa forma, ele grava imagens de câmeras IP em alta qualidade e é compatível com câmeras analógicas.

Qual a importância desse sistema?

A principal função do sistema CFTV é possibilitar o monitoramento por vídeo, garantindo a segurança patrimonial ou residencial e a resolução de conflitos internos, já que é possível monitorar ambientes internos também. Portanto, a importância desse sistema é justamente prevenir crimes.

Esse sistema é muito usado em área urbana, sendo comum em estabelecimentos comerciais e em residências. No entanto, hoje em dia os sistemas de segurança estão sendo instalados também na zona rural, devido aos números cada vez maiores de crimes praticados nessas regiões.

Embora a câmera de segurança não seja capaz de impedir a ação do bandido, a presença de câmeras faz com que o criminoso tenha receio em praticar o crime naquele lugar, pois sabe que poderá ser reconhecido. Além disso, se o criminoso agir, é possível identificá-lo através da câmera de segurança e possibilitar que a justiça seja feita.

A importância para empresas

As câmeras são importantes dentro de uma empresa por diversos motivos. O monitoramento feito na área externa, inibe a ação de criminosos que podem querer vandalizar, assaltar, invadir e roubar o estabelecimento.

No entanto, no ambiente interno as câmeras possibilitam identificar práticas ilícitas, como roubo entre funcionários, desvio de matéria-prima, mau atendimento aos clientes e até improdutividade.

A importância para residências

No caso de residências, o sistema CFTV tem a função de garantir a segurança da família, pois também inibe a ação de criminosos que possam querer invadir a residência para roubar, por exemplo.

O monitoramento interno da residência também é útil para monitorar pets, adolescentes e até funcionários. Pode ser usado também para identificar problemas como maus-tratos de crianças e até de idosos.

Vantagens que o sistema CFTV proporciona

O CFTV é mais do que um sistema de monitoramento, pois oferece vários benefícios para quem o utiliza. Veja a seguir algumas das vantagens em utilizar esse sistema:

1. Inibe a ação de criminosos

Essa é a principal função das câmeras de segurança, já que elas trazem maior insegurança para bandidos. Portanto, o CFTV previne casos de vandalismo, pichação, assalto, roubo, furto, latrocínio, homicídio, invasão, entre outros crimes.

2. Gera provas para usar contra ações trabalhistas

Outra grande vantagem, no caso para empresas, são as provas que podem ser tiradas das câmeras de segurança contra ações trabalhistas.

Por exemplo, se um ex-funcionário alega que a causa de um acidente de trabalho foi a falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), a empresa pode apresentar imagens que comprovam que os EPIs foram entregues ao trabalhador, mas que ele não usou no momento do acidente.

Também é útil para demissões por justa causa, pois muitas das vezes provam ações erradas cometidas por ex-funcionários que resultaram na demissão.

3. Possibilita reconhecer criminosos

Se mesmo com câmeras os criminosos decidiram agir, é possível identificá-los por meio das imagens. Por isso, é importante contar com câmeras com boa resolução, pois será mais fácil reconhecer o criminoso. As imagens registradas geram evidências criminosas que dão respaldo para o proprietário.

4. Possibilita monitorar a produtividade dos colaboradores

Em ambientes internos, as câmeras também possibilitam monitorar a produtividade dos colaboradores. Isso significa que o empregador poderá compensar os funcionários mais produtivos e implementar ações que solucionem a improdutividade de outros funcionários.

5. Oferece maior segurança pública nas cidades

Quanto mais câmeras há em uma rua, mais segura as pessoas sentem ao passar por ali. Logo, se mais câmeras são instaladas nas ruas de uma cidade, a segurança pública é muito maior. Isso se aplica às câmeras utilizadas pela própria prefeitura para ampliar a segurança pública, quanto às câmeras utilizadas por empresas e residências, que ampliam o monitoramento de criminosos.

Como é feita a instalação de CFTV?

Para implementar o Circuito Fechado de TV é preciso analisar a área que será monitorada e as principais necessidades em cada caso. Por exemplo, um ambiente externo pode precisar de câmeras com grade de segurança e proteção contra chuva. Já o ambiente interno pode necessitar de monitoramento de voz, além de imagens em boa resolução.

Cada situação é única, por isso, o ideal é que a empresa que irá instalar o CFTV faça uma avaliação considerando as necessidades da empresa ou residência.

No Rio de Janeiro, nós da UPGRADE TI realizamos instalação de sistema CFTV e damos todas as orientações necessárias para a escolha correta dos equipamentos de videomonitoramento.

Nossos profissionais são capacitados e preparados para identificar os pontos de vulnerabilidade que precisam de um bom posicionamento de câmeras. Além disso, eles orientam sobre a escolha da câmera ideal, do equipamento de gravação e tipo de CFTV considerando cada caso.

Portanto, se você procura por instalação de CFTV no Rio de Janeiro, conte com a UPGRADE TI. Nós podemos te ajudar com todas as orientações necessárias para a escolha do CFTV ideal para sua empresa ou residência, além da correta instalação desses equipamentos.

Ficou alguma dúvida sobre o que é CFTV? Se sim, deixe nos comentários para que possamos te ajudar. Aproveite para conhecer nossos serviços, como segurança da informação, suporte técnico de TI e outros.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?