Entenda o que é Big Data e como funciona!

o que é Big Data

É muito provável que você já tenha ouvido falar no termo “Big Data”, mas de fato, você sabe o que significa? O termo Big Data é bastante difundido em conteúdos relacionados à informática e descreve grandes centros de dados. Mas, por que as pessoas usam tanto esse termo relacionado à informática? O que é Big Data?

Neste conteúdo vamos responder essas e outras dúvidas sobre Big Data. Saiba o que é Big Data em detalhes, como surgiu e para que serve. Veja porque Big Data é importante, alguns exemplos do uso de Big Data e o que são os 5 V’s desta tecnologia. Veja também um comparativo entre Big Data x Business Intelligence e como aplicar o Big Data na sua empresa.

Este artigo contém:

O que é Big Data?

Big Data é a organização de quantidades elevadas de dados com a finalidade de cruzar esses dados e encontrar padrões significativos. Se traduzir a palavra “Big Data”, o resultado é “megadados”. Sendo assim, trata-se de uma forma de organizar grandes quantidades de dados sobre algo, geralmente, alocados em um Data Center, e obter vantagens com essa análise.

A quantidade de dados em uma Big Data cresce constantemente conforme mais informações e novas possibilidades digitais surgem. Muitos dados são gerados pelas pessoas diariamente, sejam dados específicos, como estatísticas, ou dados coletados de forma aleatória para serem analisados.

Se pensarmos nesses dados como folhas empilhadas, diariamente essa central de armazenamentos teria milhares de páginas de informações novas sobre as atividades geradas em algo, como, por exemplo, o mercado financeiro. Analisar folha por folha seria uma tarefa exaustiva e demandaria muita mão de obra especializada.

A Big Data é essa grande central de dados coletados e faz isso com o uso de tecnologia de ponta. Os dados coletados são armazenados e cruzados constantemente por softwares e especialistas para que importantes insights sejam revelados aos empresários. Empresas pagam caro por essas informações, pois podem se basear nesses dados para decidir de forma estratégica no negócio. Vamos explicar isso em detalhes no final deste conteúdo, mas antes, veja como surgiu o Big Data:

Como surgiu o Big Data?

Big Data surgiu por volta dos anos 2000, mas já era visto como algo que seria importante nas décadas de 60 e 70. Trata-se de um conceito que já vinha sendo explorado por especialistas do setor. Mas tornou-se palpável quando o analista Doug Laney consagrou a importância de se possuir dados intrínsecos sobre fatos e acontecimentos constantes para importantes projeções.

A partir dessa coleta, armazenamento e análise intrínseca destes dados, pode-se chegar a insights que possibilitaram grandes empresas alcançarem o sucesso. Esses dados passaram a ser cobiçados por outras empresas, também focadas no sucesso, e o surgimento massivo das redes sociais facilitou isso.

O Orkut gerava dados importantes sobre a posição dos usuários sobre marcas, desejos, rotinas, e isso se tornou um banco de dados valiosíssimo para estratégias de vendas e métodos de abordagens de clientes no período em que essa rede social se consagrou.

Já em 2005, as plataformas de código aberto, como o NoSQL e o Hadoop, passaram a consolidar bem o que seria Big Data dali em diante. Essas tecnologias ajudaram a baratear os custos com a coleta de informações e tornou o Big Data um conceito que não mais podia ser deixado para o futuro.

Hoje, o conceito sobre o que é Big Data é bastante difundido, e revela o que temos de mais robusto no que diz respeito a dados coletados para serem analisados. Atualmente, são utilizadas tecnologias também robustas, como machine learning, IA e IoT. Trata-se de volumes de dados gerados diariamente em constante crescimento.

Para que serve o Big Data?

A Big Data serve para organizar dados em grandes quantidades e assim poderem ser analisados para uma estratégia e padrões. Esse é um dos recursos tecnológicos com maior serventia nos dias atuais. Hoje, para uma empresa conseguir se estabelecer em um mercado, é fundamental ter acesso a dados de comportamento dos clientes, do mercado e assim traçar projeções importantes.

Com uma ferramenta poderosa dessas em mãos, uma empresa consegue competir com outras que já alcançaram o sucesso e até conseguir certa vantagem diante delas. O Big Data também serve para colocar pessoas e empresas à frente de seus concorrentes.

Por exemplo, um acionista com capital de investimento baixo, pode ter acesso a dados e comportamento de uma empresa ao longo de décadas. Assim, ele pode lançar projeções e decidir adquirir uma quantidade “X” de ações desta empresa.

Enquanto o pequeno investidor faz isso, as grandes corretoras fazem isso diariamente. Com base nos dados armazenados e analisados de forma intrínseca, é possível traçar grandes movimentos no mercado financeiro. Decisões de suma importância são tomadas a partir do Big Data diariamente por empresas financeiras.

O que é metaverso e como esse mundo funciona?

Por que o Big Data é importante?

O Big Data é importante para que as empresas e investidores varejistas possam se basear em dados, padrões e análises sobre o mercado em que vão aplicar recursos. Esses dados são fundamentais para se colocar de forma competitiva e no rumo certo para o sucesso de um empreendimento, investimento ou movimento de mercado.

Por exemplo, um grande banco decide se fundir com outro e assim eles vão assumir uma bagatela maior de mercado dentro e fora do país. Mas, antes que essa decisão fosse tomada, “toneladas” de dados foram analisados de forma detalhada por diversos analistas dos dois bancos. Milhares de cenários foram criados a partir destes dados para uma projeção confiável de como as duas instituições irão se beneficiar ao se fundirem.

Exemplos de uso de Big Data

Bom, ao longo do conteúdo você já deve ter observado que há muitos exemplos do uso do Big Data atualmente. Mas, para não haver dúvidas, veja mais alguns exemplos de uso de Big Data logo a seguir:

  • Desenvolvimento de estratégias e produtos – Milhares de empresas se baseiam em Big Data para desenvolver estratégias e produtos. A Procter & Gamble e a Netflix, por exemplo, utilizam o Big Data em larga escala para conseguirem se antecipar ao mercado com projeções confiáveis e certeiras. Os modelos preditivos dessas empresas são robustos e justificam o sucesso que elas alcançaram;
  • Prevenção de falhas – A manutenção preditiva é um dos pontos fortes de se recorrer a Big Data de forma sábia. Diversos fatores que podem levar à falha, podem ser analisados e decisões importantes podem ser tomadas com antecedência. Os dados estruturados de produtos, modelos, componentes utilizados, fornecedores, revelam uma combinação de fatores que podem indicar possíveis falhas em um projeto;
  • Conquistar clientes – A Big Data é uma central de dados que possibilita as empresas terem acesso a insights valiosíssimos sobre o gosto dos clientes. Dados coletados em mídias sociais, em pesquisas de opinião, além de outras fontes, possibilitam que as empresas saibam onde está seu público-alvo, o que ele deseja e como conquistá-lo de verdade.

O que é Firewall: tudo o que você precisa saber para a sua empresa

O que são os 5 V’s do Big Data?

Para que o conceito sobre o que é Big Data fique ainda mais claro, é fundamental você entender os 5 Vs responsáveis por compor essa tecnologia. Trata-se de todas as principais características que definem o Big Data. Veja a seguir quais são os 5 Vs do Big Data:

  • Volume de dados – Esse primeiro pilar está relacionado à quantidade de dados coletados pelas empresas de suporte em Big Data. As empresas de solução Big Data precisam de grandes quantidades de dados para que eles possam ser cruzados e outros dados específicos possam ser revelados.
  • Velocidade de coleta de dados – Com o advento de mais e mais tecnologias de ponta, hoje é possível que dados sejam coletados pelas Big Datas de forma quase que instantânea. O acesso às redes sociais por empresas gestoras permite que atualizações de informações intrínsecas cheguem aos seus clientes (empresas de todos os setores) com grande rapidez.
  • Formatos de dados variados – A variedade no formato de dados gerados e analisados é um pilar do Big Data. É importante para uma empresa em específico se os dados obtidos no Big Data são estruturados, database, em números, ou em outro formato.
  • Custo/benefício – O preço cobrado por uma empresa de solução Big Data deve ser condizente com a entrega. Ou seja, se os dados fornecidos são relevantes podem impulsionar um negócio, assim como evitar possíveis cenários ruins para o cliente, pois se trata de uma aquisição valiosíssima, um investimento propriamente dito.
  • Eliminar ruídos – Na era das informações, a veracidade de dados coletados e analisados é algo importantíssimo. Por exemplo, sabe-se que muitos usuários do Twitter são algoritmos e se basear 100% nos dados desta rede social para tomar decisões, é negligente. Uma Big Data deve ter certeza de que os dados obtidos para a análise são palpáveis e verídicos.

As empresas de solução Big Data fazem isso eliminando ruídos, correlacionando e cruzando informações a todo instante, tudo para serem dados de alta confiabilidade.

Big Data x Business Intelligence

A diferença entre Big Data e Business Intelligence é que o BI (Business Intelligence), ou, traduzido, Inteligência de Negócios, foca mais na interpretação e análise de dados em tempo real. O foco do BI é entender riscos e oportunidades, enquanto o Big Data se concentra em fazer isso baseado em grandes volumes de dados coletados e em um ritmo mais conservador.

Como aplicar o Big Data na sua empresa?

Para aplicar o Big Data em sua empresa é necessário pesquisar no mercado e encontrar uma empresa de solução Big Data confiável. Além disso, é muito importante receber as orientações de um especialista em tecnologia. A UPGrade TI é uma fornecedora de tecnologia de ponta e profissionais especializados em tecnologia.

Converse hoje com um especialista da UPGrade TI e receba um insight valiosíssimo sobre as necessidades de seu negócio mediante as possibilidades de tecnologia e melhorias no seu ambiente de TI.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?