Hacking ético: o que é, o que faz e benefícios do hacker ético para empresas

Hacking ético

Você já ouviu falar em hacking ético? Essa técnica aplicada por profissionais da área de segurança da informação, pode ser um grande diferencial para empresas modernas.

O Brasil, atualmente, é o quarto país que mais sofre com vazamentos de dados e invasões de hackers no mundo. Em contrapartida a essa realidade, vemos empresas buscando ajuda dos chamados “hackers do bem” para resolver problemas de segurança em seus sistemas.

Ficou interessado? No artigo de hoje, vamos desvendar tudo sobre o hacking ético, o que é, o que faz, como se tornar um e quais benefícios desse tipo de profissional em empresas. Vem conferir!

Este artigo contém:

Hacking ético: o que é?

Hacking ético (ethical hacking) é uma técnica na área de segurança da informação e o profissional dessa área deve ser especialista em segurança ofensiva. Ou seja, ele precisa saber identificar vulnerabilidades em sistemas corporativos e institucionais.

Inclusive a premissa da profissão é: para saber como se defender de uma invasão maliciosa de hackers, é preciso pensar igual a um. Isso é hacking ético!

Por isso, esse profissional irá ter conhecimentos similares aos de um hacker de fato. Mas, não se assuste!

Sua função é invadir o sistema da empresa, justamente para identificar como protegê-la de invasões externas. Para que assim, as informações do negócio estejam em total segurança.

Diferentes tipos de hackers

Além do hacker ético, existem muitos outros tipos de hackers atuando no mercado. Conheça abaixo os principais:

White hat: também conhecidos como hackers éticos, são especialistas em segurança da informação. Utilizam testes de penetração e outras técnicas para identificar fragilidades de segurança, a fim de proteger a organização para a qual trabalha;

Gray hat: esses hackers atuam de forma intermediária, podem encontrar alguma vulnerabilidade em sistemas e tentar lucrar, seja vendendo dados ou oferecendo seus serviços para resolver o problema da empresa;

 Black hat: conhecidos como hackers mal-intencionados, invadem sistemas de segurança por más intenções, como, por exemplo: roubo de dinheiro, dados e espionagem institucional. Diferentemente do white hat, o black hat busca vulnerabilidades nos sistemas para atitudes inadequadas.

Além dos que citamos, existem outros tipos de hackers. Por isso, é importante ter uma Política de Segurança da Informação (PSI) na sua empresa e manter todas as informações do negócio em segurança.

O que faz um hacker ético?

O hacker do bem aplica o hacking ético em conjunto com organizações para resolver problemas de segurança e integridade de dados que hackers mal-intencionados poderiam usar indevidamente. Confira quais as suas funções na empresa:

O que faz um ethical hackers

Verificar vulnerabilidades

Esse profissional auxilia empresas a identificarem quais são as atitudes necessárias para manter o sistema da organização em segurança. Eles verificam quais medidas precisam ser atualizadas e quais apresentam vulnerabilidades.

O hacker do bem “hackeia” a empresa, de forma autorizada e bem estabelecida em contrato, para analisar quais são as brechas encontradas no sistema.

No final da avaliação, o profissional prepara um relatório ou apresentação institucional, deixando tudo documentado para apresentar quais setores estão vulneráveis, aplicativos ou sistemas com baixa proteção.

Demonstrar como cibercriminosos invadem

Por meio do hacking ético, é possível mostrar para a empresa como os cibercriminosos atuam. Para isso, o profissional apresenta as técnicas usadas por invasores mal-intencionados e  como eles podem afetar o negócio.

Quando a empresa tem maior conhecimento sobre os métodos de invasão de cibercriminosos, conseguem evitar que seus sistemas sejam invadidos e seus dados sejam vazados.

Preparar a empresa para ciberataques

Qualquer tipo de ataque cibernético em uma organização pode ser fatal tanto para sua reputação, quanto para sua própria recuperação. Concorda?

Por meio dos hackers éticos, é possível trabalhar de forma preventiva. Ao entender como agentes mal-intencionados trabalham e de que forma é possível precaver a empresa para futuros ataques.

Oportunidades e tendências do mercado

O mercado para esses profissionais está em uma crescente, principalmente por causa dos sistemas em nuvem e a transformação digital, que exigem sistemas corporativos cada vez mais seguros.

Grandes ou até mesmo pequenas empresas, que sofrem invasão, podem ter seu nome manchado e perder totalmente a credibilidade com seus clientes. Isso porque um vazamento de dados nos tempos atuais, pode ser irreversível

Por isso, o hacking ético está em grande expansão e as empresas brasileiras estão investindo pesado na contratação desses chamados “hackers do bem”. Um bom exemplo disso, são empresas como Nubank e OLX que estão aderindo a esses profissionais.

Quando conseguem ultrapassar a segurança das empresas, os hackers éticos podem receber recompensas de até R$ 15 mil aqui no Brasil. No exterior, essas quantias podem ser bem maiores, conforme a GZH.

Como se tornar um Hacker Ético?

Qualquer pessoa que deseja se tornar um hacker ético, primeiramente precisa ter uma formação em tecnologia da informação ou conhecimentos prévios de segurança da informação, programação e engenharia de hardware.

Além disso, é importante contar com habilidade de penetração de sistemas. Esse tipo de conhecimento é possível alcançar de forma autodidata, mas com cursos e especializações as portas podem se abrir mais facilmente para o profissional.

Confira abaixo algumas especializações possíveis para um ethical hacking:

  • Criptografia;
  • Redes de computadores;
  • Programação;
  • Código de ética;
  • Desenvolvimento de softwares;
  • Rede e engenharia de hardware;
  • Protocolos de comunicação;
  • Entre outros.

Os processos de trabalho vão depender de cada empresa onde o profissional trabalhar. Em outras palavras, para se tornar um hacker do bem, é necessário tempo, investimento e dedicação.

Quanto ganha um hacker ético?

quanto ganha um hacker etico

A faixa salarial para um profissional hacker ético pode variar conforme seu nível de especialização. Assim, como foi citado anteriormente, tem empresas que chegam a pagar R$ 15 mil no Brasil, dependendo de cada serviço.

Contudo, a média salarial para um profissional com certificação em hacking ético pode variar entre R$ 7,5 a 15 mil. Seu nível de senioridade, suas certificações e expertise são relevantes no valor, podendo chegar a salários de R$ 50 mil, de acordo com a Forbes.

Hacker ético vs. teste de penetração (Pentest)

Hacking ético e teste de penetração são técnicas que podem atuar em conjunto. Contudo, é importante ressaltar que elas não são a mesma coisa. Inclusive, algumas empresas podem precisar tanto de hackers éticos quanto de pentesters para auxiliar na segurança de TI.

Enquanto o teste de penetração é um método que abrange técnicas de proteção e controle de um sistema, o hacking ético tem domínio de todas as técnicas de hackeamento para identificar falhas e vulnerabilidades de segurança do sistema corporativo.

Em outras palavras, o conhecimento em pentest é uma das habilidades que um hacker do bem precisa desenvolver, mas um pentester não precisa ter as mesmas habilidades que ele possui.

Certificações de hackers éticos

Em questão de especialização na área de hacking ético, não existe nenhum curso superior específico para esse setor. Contudo, existem cursos e certificações gratuitas e pagas para quem é da área de TI.

Confira abaixo algumas opções para quem deseja se especializar e investir nessa carreira:

1. Curso gratuito de hacking ético – Udemy

A Udemy é uma plataforma de cursos EAD bastante completos para diversas áreas. Profissionais da área de TI têm a oportunidade de fazer cursos online e gratuitos para hacking ético. Porém, esses cursos não emitem certificado.

A plataforma também dispõe de cursos pagos que emitem certificação e contam com perguntas e respostas de instrutores.

2.  Certificação Hacker Ético Associado – IBSEC

A IBSEC é um instituto de educação que forma especialistas em cibersegurança para profissionais. Eles possuem uma certificação gratuita para quem deseja expandir a carreira em TI e comprovar o conhecimento em hacking ético.

É uma prova gratuita de certificação e está disponível tanto para dispositivos móveis quanto para desktop. Pode ser uma ótima opção para quem precisa comprovar habilidades como hacker do bem e conquistar um novo emprego.

3. Certified Ethical Hacker – EC-Council

A certificação ethical hacker do Conselho Internacional de Consultores de Comércio Eletrônico (EC-Council), valida o conhecimento de segurança de rede para profissionais que desejam atuar como pentesters.

Conta com mais 270 metodologias de ataque e exige que o interessado frequente o treinamento oficial da instituição ou afiliados, além de ter dois anos de experiência em segurança da informação.

Benefícios de um Hacker Ético para as empresas

O hacking ético oferece grandes benefícios para as empresas, principalmente, no atual cenário de ataques virtuais, vazamento de dados e manchas na reputação de organizações. Confira abaixo as principais vantagens de um hacker de chapéu branco:

  • Elimina falhas de segurança;
  • Identifica áreas de vulnerabilidade;
  • Fortalece as políticas de proteção de dados;
  • Orienta sobre a integridade dos dados de TI;
  • Auxilia na conscientização de colaboradores da empresa;
  • Atua com atividades preventivas contra espionagem industrial.

Esse profissional atua como um consultor na empresa, pois realiza avaliações em relação à infraestrutura de TI e oferece diagnóstico para auxiliar os negócios. Ele atua de forma preventiva, propondo soluções que tornam o ambiente ainda mais seguro.

Gostou de saber um pouco mais sobre essa área de TI e como ela pode auxiliar na segurança dos dados de empresas? Aproveite para acompanhar nosso blog e encontre todas as novidades importantes sobre tecnologia da informação!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.

Falar com Especialista
UPGrade TI - Suporte Técnico de TI
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?