Apple fará doações às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Apple fará doações às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

O CEO da Apple, Tim Cook, informou através de sua conta no X (Twitter), no último 07 de maio, que a empresa irá ajudar o povo do RS, mas não revelou valores ou o destino das doações. “Nossos corações estão com as pessoas afetadas pelas enchentes devastadoras e trágicas no Brasil”, afirmou Tim em sua mensagem. A declaração aconteceu algumas horas após a apresentação da nova geração de iPads da companhia.

Ações anteriores em tragédias

Não é a primeira vez que Tim Cook e a Apple se posicionam frente a desastres naturais. O CEO fez declarações semelhantes e prometeu apoio em outras ocasiões, como durante os terremotos que afetaram Marrocos em setembro de 2003 e a Turquia e Síria em fevereiro do mesmo ano. Além disso, em agosto de 2022, a Apple também se mobilizou para auxiliar as vítimas das enchentes no Paquistão. Em todas essas situações, Tim Cook concluiu suas mensagens com a promessa de que “Apple vai doar para os esforços de socorro no território”.

A mobilização de outras empresas

Até o momento, esta tragédia já contabilizou pelo menos 144 mortos e 131 desaparecidos e este número, infelizmente, tende a aumentar. A Defesa Civil relatou que 431 de 497 municípios foram afetados pelas enchentes, com mais de 327 mil pessoas desalojadas.

Além da Apple, outras empresas também estão mobilizando esforços para ajudar as comunidades afetadas. A TIM Brasil e a Telefônica Brasil estão concedendo gigabytes bônus aos clientes para facilitar a comunicação e a busca por ajuda. Enquanto isso, a Ambev tomou medidas para adaptar uma de suas fábricas visando envasar água potável para doações, contribuindo assim para mitigar a escassez de alimentos e suprimentos básicos na região.

As inundações no Rio Grande do Sul deixaram ao menos 144 mortos. Além disso, há 131 desaparecidos, e 806 pessoas ficaram feridas.

As enchentes afetaram aproximadamente 500.000 pessoas em 431 municípios do estado. Até agora, mais de 327.100 pessoas foram desalojadas, com cerca de 68.500 delas alojadas em abrigos temporários. Veja aqui a lista das cidades atingidas.

O nível do lago Guaíba, em Porto Alegre, começou a abaixar nesta quarta-feira (8), chegando a 5,1 metros. Mesmo assim, bairros inteiros da capital gaúcha continuam alagados. O nível de inundação é medido em 3 metros. [informação pode ser atualizada a qualquer momento]

Entretanto, o Rio Grande do Sul deve receber chuvas de alta intensidade e fortes rajadas de vento até o fim de semana, segundo previsão da Climatempo.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Inscreva-se para receber nossos conteúdos em primeira mão, diretamente em seu e-mail.

A Upgrade TI precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre os conteúdos grátis. Você poderá deixar de receber essas notificações a qualquer momento.

Posts Recentes

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.